Como aumentar o Score: Confira dicas de como aumentar sua pontuação no Serasa!

Estar com o score baixo se torna um grande empecilho quando o assunto é solicitar empréstimos ou outros serviços financeiros, pois os bancos costumam conceder aprovação para quem possui uma boa pontuação, já que o score reflete diretamente o comportamento do consumidor.

Se você está com o Score baixo, o mercado enxerga você como um cliente não confiável, fazendo com que suas opções de produtos e serviços financeiros sejam limitadas. Por esse motivo, muitas pessoas estão interessadas em descobrir como fazer para aumentar o Score.

Para descobrir maneiras de aumentar o seu Score, e saber também, como esta pontuação é calculada, continue acompanhando o nosso texto.

Saiba quais são as maneira de aumentar o seu Score

Para ter mais oportunidades no mercado financeiro, é necessário possui um Score de crédito elevado, pois grande parte das instituições financeiras realizam uma análise de crédito levando em conta essa pontuação. A seguir, confira dicas de como aumentar seu Score:

Planejamento financeiro

Ter um planejamento financeiro é de suma importância para garantir o aumento do seu Score, pois assim você não acumulará dívidas e, consequentemente, não perderá sua pontuação, pois esse cálculo leva em consideração o seu histórico de pagamento.

Fique de olho no seu Score

Para manter uma boa pontuação, é importante ficar de olho no seu Score para verificar se não há pendências em seu nome. Para isso, você poderá utilizar a ferramenta disponibilizada pelo Serasa, o qual possibilita que você consulte o seu Score de forma gratuita, tendo acesso a diversas informações.

Mantenha seu nome limpo

Caso você tenha dívidas atrasadas, limpar seu nome é essencial para aumentar seu Score. Para isso, você conta com possibilidades de negociar com os credores para pagar todas as suas dívidas contando com condições exclusivas.

Atualize seus dados no Serasa

Outro ponto importante, é manter seus dados pessoais sempre atualizados no Serasa, pois, quanto mais exatas forem as informações básicas sobre você, como idade, endereço e telefone, mais confiável será o seu cadastro. Vale lembrar que esses dados podem ser atualizados de forma online, através do site do Serasa.

Pesquise preços

Em caso de datas comemorativas, o mais indicado é pesquisar preços para não acabar gerando dívidas e ficando com o nome sujo. Ao realizar compras que não cabem no seu bolso, seu nome poderá ficar sujo e, consequentemente, seu Score Serasa irá baixar.

Tenha bons hábitos como consumidor

Para garantir uma boa imagem diante das instituições financeiras, é essencial manter bons hábitos como consumidor, evitando realizar compras de produtos que você não precisa.

Débito automático

O débito automático é uma excelente ferramenta para garantir o pagamento das suas contas em dia, pois assim você não corre o risco de esquecer o dia de vencimento e nem precisa se preocupar com boleto. Para isso, basta ter saldo disponível na conta corrente.

Cadastro Positivo

O Cadastro Positivo funciona como um currículo financeiro, possuindo dados sobre contas pagas, compras com cartão, empréstimos, financiamentos e crediários, onde o mercado analisa a sua pontualidade no pagamento dessas contas.

Pague suas dívidas

Caso você tenha se endividado, é importante tentar quitar suas dívidas o mais rápido possível, pois ter uma pendência em aberto não ajuda quem quer aumentar o Serasa Score.

Estabeleça regras

Também é essencial estabelecer regras para manter sua vida financeira saudável, cuidando para não comprometer mais do que 20% do que você ganha com o pagamento de dívidas. Ou seja, se você recebe R$ 1.000 por mês, as prestações não devem ser maiores do que R$ 200.

Dê fim aos maus hábitos

Para trilhar um caminho para aumentar seu Score, é necessário dar um fim aos maus hábitos, tentando reduzir gastos desnecessários, ter sempre uma poupança reservada para as emergências, fazer sempre um orçamento e a lista das suas dívidas.

Além de ser claro e sincero ao fornecer suas informações na hora de pedir crédito e tentar sempre pagar o valor total das faturas do cartão em dia.

Score Turbo

O Score Turbo é uma forma de aumentar seu Score rapidamente, onde o crescimento natural acontecerá mais rápido. Essa plataforma foi uma solução pensada para acelerar a pontuação de ex-endividados. Lembrando que esta possibilidade pode ser utilizada de forma online.

Ficou interessado?

Se você ficou interessado no assunto abordado durante o texto, continue no nosso site e acesse outro texto sobre finanças que preparamos para você clicando no botão abaixo:

Pis/Pasep 2022: Veja quem pode receber o benefício em dobro!

O abono salarial sofreu atrasos nos últimos anos e, devido a isso, levantaram-se diversas dúvidas sobre um possível pagamento em dobro do benefício.

Em 2022, será liberado o benefício PIS/Pasep para um grupo de trabalhadores que poderão sacar o abono duas vezes. Isso se dá, pois em 2019, esse benefício deixou de ser pago para 154 mil trabalhadores, por conta de erros no processamento.

No entanto, o valor deste abono estará disponível para segundo saque em 2022. Acompanhe o texto e confira todas as informações sobre o PIS/Pasep 2022 em dobro.

PIS/Pasep 2022 em dobro

Neste ano, o PIS/Pasep será pago em dobro. No entanto, apenas algumas pessoas terão o direito de receberem esses valores dobrados em 2022.

Desse modo, os 154 mil trabalhadores que sofreram com o erro de registro que desencadearam em um não pagamento do abono salarial de 2019 poderão se beneficiar com esse novo calendário de pagamento.

Os valores dos trabalhadores que ficaram sem receber o abono salarial em 2019, terão os valores depositados automaticamente em conta poupança digital da Caixa, sem a necessidade de fazer nenhum tipo de solicitação.

Além disso, outros 320 mil brasileiros também poderão solicitar novamente o saque do abono PIS/Pasep de 2019, pois, de acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência, cerca de R$ 208 milhões foram esquecidos por pessoas que tinham direito ao PIS/Pasep e não realizaram o saque no prazo.

Entenda o que é PIS/Pasep

O PIS/Pasep é um programa beneficente para os trabalhadores que exerceram em sua carteira de trabalho um determinado tipo de trabalho durante o ano todo.

O valor do benefício pago aos trabalhadores varia de acordo com o número de meses que esse beneficiário trabalhou com a carteira assinada durante o ano base.

Vale destacar que o cálculo do valor do abono pode ser realizado através do app ou site do programa, de modo prático e simples.

Saiba quem tem direito a este benefício

Para sacar o PIS/Pasep 2022, é necessário cumprir alguns pré-requisitos. Para isso, é essencial saber quem tem direito de receber o pagamento do abono. Confira quais são requisitos abaixo:

  • Estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos;
  • Ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base (2020);
  • Já ter exercido atividade remunerada, durante pelo menos 30 dias, no ano-base considerado para apuração;
  • Ter seus dados informados pelo empregador (Pessoa Jurídica) corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

Confira o calendário de pagamento

O calendário de pagamento do PIS 2022 leva em consideração o mês de nascimento dos beneficiários. Confira as datas de pagamento abaixo:

Reprodução/TV Jornal

Já o pagamento do Pasep 2022 leva em consideração o final da inscrição de cada trabalhador. Confira as datas de pagamento abaixo:

Reprodução/TV Jornal

Veja como o valor do PIS/Pasep é calculado

O valor do PIS/Pasep é de um salário mínimo, o que atualmente gira em torno de R$ 1.212,00. Esse valor é pago inteiramente para aqueles trabalhadores que exerceram os 12 meses de trabalho.

Desse modo, os valores para cada pessoa são calculados de acordo com o número de meses que ela trabalhou com a carteira assinada durante o ano base.

Nesse sentido, se a pessoa trabalhou metade do ano, vai receber metade do valor de um salário mínimo. Lembrando que pode-se realizar esse cálculo para saber o valor que o beneficiário irá receber ou fazer a consulta pelo app ou site do programa.

Saiba por onde consultar o seu benefício

A confirmação do pagamento do PIS pode ser feita através do aplicativo Caixa Tem, no aplicativo Caixa Trabalhador ou por meio da Carteira de Trabalho Digital, disponíveis para Android e IOS.

Já a consulta do pagamento do Pasep deve ser realizada através do site do Banco do Brasil, sendo necessário utilizar seu CPF ou número de inscrição do benefício para realizar a busca. A inscrição no Pasep pode ser conferida na Carteira de Trabalho do servidor.

Além disso, também é possível entrar em contato com a central de atendimento do Banco do Brasil para realizar a consulta do seu benefício através dos números 4004-0001 e 0800 0729 0001. Outro meio de contato por telefone é o Alô Trabalhador, no número 158.

Ficou interessado?

Gostou do assunto abordado no texto e quer manter-se informado sobre as novidades do mundo financeiro? Então, continue no nosso site e acesse outro texto que preparamos para você clicando no botão abaixo:

Renda Brasil: Tudo o que você precisa saber!

O Renda Brasil é um programa criado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, o qual será utilizado para transferência de renda. Esse projeto visa substituir o Bolsa Família, o Auxílio Emergencial e englobar outros programas do governo, como o FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) e o Seguro Defeso.

Através do programa Renda Brasil, o governo federal estima auxiliar milhares de brasileiros de baixa renda. Acompanhe nosso texto e confira todas as informações sobre o programa Renda Brasil:

Informações sobre o Renda Brasil

O Renda Brasil é um programa social criado pelo Governo Federal, integrando em um só programa várias políticas públicas de assistência social, saúde, educação, emprego e renda. Este programa social de transferência direta e indireta de renda é destinado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o país.

Ademais, esse programa garante uma renda básica a essas famílias, buscando também simplificar a cesta de benefícios e estimular a emancipação dessas famílias para que alcancem autonomia e superem situações de vulnerabilidade social.

Vale destacar que esse programa é coordenado pelo Ministério da Cidadania, o qual é responsável por gerenciar os seus benefícios e o envio de recursos para pagamento.

Objetivos do programa

O programa Renda Brasil foi criado com o intuito de auxiliar financeiramente diversas famílias em situação de pobreza. Confira a seguir quais são os objetivos do Programa:

  • Promover a cidadania com garantia de renda e apoiar, por meio dos benefícios ofertados pelo Sistema Único de Assistência Social (SUAS), a articulação de políticas voltadas aos beneficiários;
  • Promover, prioritariamente, o desenvolvimento das crianças e dos adolescentes, por meio de apoio financeiro a gestantes, nutrizes, crianças e adolescentes em situação de pobreza ou extrema pobreza;
  • Promover o desenvolvimento das crianças na primeira infância, com foco na saúde e nos estímulos às habilidades físicas, cognitivas, linguísticas e socioafetivas, de acordo com o disposto na Lei nº 13.257, de 8 de março de 2016;
  • Ampliar a oferta do atendimento das crianças em creches;
  • Estimular crianças, adolescentes e jovens a terem desempenho científico e tecnológico de excelência; e
  • Estimular a emancipação das famílias em situação de pobreza e extrema pobreza.

Quem tem direito?

Para participar do programa, é necessário estar em situação de pobreza ou extrema pobreza, além disso, as famílias devem ter em sua composição gestantes, nutrizes (mães que amamentam), crianças, adolescentes e jovens entre 0 e 21 anos incompletos.

As famílias em extrema pobreza são aquelas com renda familiar per capita mensal igual ou inferior a R$ 105,00. Já as famílias pobres são aquelas com renda familiar per capita de R$ 105,01 a R$ 210,00.

Para estar apto à esse programa, é necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e tenha atualizado seus dados cadastrais nos últimos 2 anos.

Se você e sua família atendem aos requisitos de renda, mas não estão inscritos no cadastro, é necessário procurar o responsável pelo Programa Renda Brasil na prefeitura de sua cidade para realizar o cadastramento no Cadastro Único.

Para isso, mantenha seus dados sempre atualizados, devendo informar à prefeitura qualquer mudança de endereço, telefone de contato e composição da sua família, como: nascimento, morte, casamento, separação e adoção.

Essa cadastramento é um pré-requisito, mas não significa a entrada imediata da família no programa, pois, mensalmente, o Ministério da Cidadania seleciona, automatizadamente, as famílias que serão incluídas para receber o benefício.

Saiba como receber o benefício

O benefício Renda Brasil pode ser pago por meio das contas Poupança Social Digital, Conta Corrente de Depósito à vista, Conta Especial de Depósito à vista e Conta Contábil (plataforma social do Programa).

Vale lembrar que a abertura da conta poupança social digital para os pagamentos dos benefícios da Renda Brasil poderão ocorrer de forma automática, em nome do responsável familiar inscrito no Cadastro Único.

Caso o titular da conta contábil esteja impedido de sacar o benefício, será permitido o pagamento ao portador de declaração de gestão municipal ou distrital, com poderes específicos para o seu recebimento.

Após a seleção realizada pelo Ministério da Cidadania, será concedida a parcela do Programa Renda Brasil. As parcelas são disponibilizadas mensalmente, conforme calendário de pagamento.

Ficou interessado?

Ficou interessado nesse assunto? Então, mantenha-se informado sobre o mundo das finanças através do nosso site! Para isso, acesse outro texto que preparamos para você clicando no botão abaixo:

Como pagar boleto com cartão de crédito: Veja como funciona e os principais cartões!

As vezes as contas apertam no final do mês e uma possível solução é pagar as contas com o cartão de crédito, função esta que é disponibilizada por diversos bancos, fintechs e outros app de pagamento.

Pagar boleto com cartão de crédito pode ser uma ótima saída quando não se tem todo o dinheiro no final do mês, no entanto, é importante tomar alguns cuidados para não acumular uma nova dívida. Acompanhe o texto e saiba como pagar seus boletos com o cartão de crédito.

Saiba como pagar seus boletos com o cartão de crédito

O pagamento de boletos com o cartão de crédito tem a vantagem de prolongar o prazo e até mesmo parcelar o valor total, mas é importante lembrar que há a cobrança de taxas e juros para as mensalidades.

Para realizar este processo, é necessário levar tais fatores em consideração no seu planejamento financeiro.

Nesse processo, primeiramente, você deverá verificar se o seu cartão tem essa funcionalidade, pois não é todo o tipo de conta que pode ser paga no cartão.

Em seguida, é preciso verificar se há tarifas para usar esse serviço e qual é o valor. Esses requisitos podem ser conferidos junto ao Internet Banking, aplicativo dos bancos ou central de atendimento.

Após isso, nos aplicativos dos bancos é necessário autorizar previamente o aparelho nos caixas eletrônicos ou pelo Internet Banking. Em alguns casos, pode ser preciso até mesmo conversas com o gerente do seu banco para fazer essa liberação.

Através da central de atendimento do seu banco, é possível se a instituição oferece esse serviço, todavia, é importante verificar quanto a instituição cobra pelo serviço.

Fique atento as tarifas cobradas pelo serviço

Antes de se submeter ao pagamento de boletos com o cartão de crédito, é de suma importância ficar atento as tarifas cobradas pelo serviço de cada banco.

Os bancos são livres para cobras o preço que quiser pelo serviço de pagamento de contas com o cartão, sendo que o preço mais alto pelo serviço, de acordo com a Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN), é de R$ 24,50.

Além disso, também é cobrado o IOF e juros no serviço, como se fosse um empréstimo.

Veja os principais apps e bancos para pagar boletos com o cartão de crédito

PicPay

O PicPay é uma carteira digital com cadastro gratuito que permite pagar contas com o cartão de crédito. Para isso, é possível escolher entre os cartões de crédito cadastrados e em quantas parcelas você deseja pagar este valor. A taxa cobrada é de 3,09% a 3,99%.

Nubank

O Nubank é um dos principais bancos digitais presentes no mercado, permitindo diversas funcionalidades, como o pagamento de contas com o cartão de crédito. Para isso, você deverá acessar a área de pagamentos e escolher a opção Pagar boleto com cartão de crédito, sendo possível parcela-lo com juros e há a cobrança de IOF.

PagBank

O PagBank é uma carteira digital gratuita a qual possibilita o pagamento e parcelamento de boletos com o cartão de crédito. Nesse serviço, será preciso cadastrar um cartão de crédito junto ao app para realizar o pagamento da sua conta. As taxas cobradas variam de 2,89% a 3,59%.

Mercado Pago

O Mercado Pago é outra alternativa para o pagamento de contas com o cartão de crédito, sendo possível aproveitar essa funcionalidade através do cartão cadastrado no aplicativo. O Mercado Pago cobra uma taxa de 2,99%.

Descubra se vale a pena pagar contas com o cartão de crédito

O pagamento de boletos com o cartão de crédito pode ser vantajoso em algumas situações, contudo, é necessário levar em consideração se seu cartão ou carteira digital lhe dá pontos, cashback ou milhas correspondente aos gastos.

Por conta da incidência do IOF e também de outras taxas, não é recomendado utilizar essa opção de pagamento.

Essa opção deve ser considerada, caso você não tenha, naquele momento, os recursos suficientes para efetuar o pagamento no prazo de vencimento, visto que as taxas incidentes sejam menores que as multas de atraso.

Ficou interessado?

Mantenha-se informado sobre os principais assuntos do mercado financeiro através do nosso site. Para ler mais, acesse outro texto que preparamos para você clicando no botão abaixo:

Como planejar investimentos para 2022: Confira dicas para fazer seu dinheiro render!

Com a chegada do novo ano, também há a definição de novas metas financeiras. Mas, vale lembrar que planejar é o primeiro passo para alcançar os objetivos que você almeja, pois o planejamento é uma ótima ferramenta para economizar e conseguir investir.

Para muitos, o ano de 2021 foi turbulento em relação às finanças, fazendo com que as promessas de um bom planejamento financeiro ficasse para 2022. Sendo asism, para saber por onde começar o planejamento financeiro para investir, continue acompanhando o nosso texto.

Saiba como planejar investimentos para 2022

De acordo com uma pesquisa realizada pela fintech Leve, muitos brasileiros ainda têm dificuldades em se planejar financeiramente e realizar metas de longo prazo. Esse estudo entrevistou 3450 pessoas, mostrando que 52% das pessoas não possuem ou não sabem montar um planejamento financeiro.

Além disso, segundo a Confederação Nacional de Dirigente Lojistas (CNDL), 47% dos jovens brasileiros ainda não conseguiram organizar suas finanças pessoais, ou seja, têm um obstáculo a mais para atingir suas metas.

Descubra por onde começar

Se você não está acostumado com um planejamento financeiro, saiba que o primeiro passo é entender suas finanças pessoais, sendo indicado anotar todas os seus gastos, seja em caderno, planilha, aplicativo de celular, ou qualquer outra ferramenta que funcione melhor para você.

Para isso, é importante separar os gastos fixos e recorrentes, utilizando somente a sua base de custo fixo para realizar o planejamento.

A partir dessas informações, pode-se começar a definir as metas de curto, médio e longo prazo, sendo importante que as metas não sejam muito genéricas, especificando o máximo possível.

É importante que a meta seja atingível, pois não adianta definir um objetivo e sua renda não comportar um gasto desse tamanho. Esse ato pode gerar ansiedade devido ao progresso lento ou até mesmo a falta de progesso.

Essas metas devem ser relevantes para você, pois guardar dinheiro exige disciplina e esforço, e se for algo que não é importante para você, pode ser que acabe desistindo no meio do caminho.

Ademais, você deve priorizar as metas, selecionando uma ou duas por vez para dar atenção de verdade a elas.

Além disso, não esqueça de definir o prazo para cumprir as suas metas, pois ele é essencial para o planejamento e vai determinar quanto é preciso economizar e investir por mês.

Vale ressaltar que é de extrema importância investir o dinheiro que será guardado, pois em um país como o Brasil, a inflação ainda é uma força relevante e, com o passar dos anos, o dinheiro perde o poder de compra.

Por isso, busque investimentos que, pelo menos, equiparem as suas economias com a inflação, ficando atento à liquidez e ao risco de cada ativo.

Saiba como começar a investir

Após entender como fazer um planejamento financeiro, é essencial determinar uma estratégia de investimento, descobrindo qual é o seu perfil de investidor, quais riscos está disposto a assumir e que tipo de oportunidades está buscando.

Vale destacar que o ano de 2022 será um ano de bastante incerteza, pois as eleições presidenciais impactarão fortemente na economia.

A partir desta perspectiva preocupante, muitos investidores estão mudando suas estratégias de investimentos, e até mesmo a renda fixa deve voltar forte.

No entanto, quem continuar investindo na bolsa de valores, escolhendo boas empresas, com fundamentos sólidos, por um longo prazo, não vai fazer mal negócio.

Isso se dá, pois a experiência de mercado já mostrou que aproveitar momentos de baixa é uma excelente oportunidade para o investidor com informação.

Em 2022, há boas oportunidades pra investir, em diversas empresas, de distintos segmentos e de portes variados, destacando três delas: Trisul, do setor de construção e incorporação de edifício, Banrisul, o banco do estado do Rio Grande do Sul, e Boa Safra, que atua no setor de produção de sementes.

Para este ano e os demais que virão, é preciso diversificar, estudar, acompanhar o mercado e não seguir os demais, devendo comprar de boas empresas, preferencialmente em momentos em que o preço delas esteja abaixo do seu valor.

Então, segure essas ações e vá fazendo realocações conforme a necessidade para chegar a excelentes resultados.

Ficou interessado?

Achou interessante o assunto abordado no texto? Então, continue no nosso site e leia outro texto que preparamos para você. Para isso, clique no botão abaixo:

O Portal Mi Crédito pertence a JN Content, portadora do CNPJ 44.211.659/0001-62.

Copyright © 2021 MI Crédito | desenvolvido por Mediaz

Procurando cartão…